quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

Luxo!


Por que será que tá na moda falar sobre luxo?

A Vida Simples, a Vivi, o Saia Justa...

Citando a Vida Simples, e considerando esse momento da minha vida, cada vez mais tenho considerando que os “objetos de luz” não são mais tão objetos assim. Não são materiais. Pelo menos nem todos.

Minha câmera fotográfica.

Foi um luxo. E para comprá-la foi necessário um certo aborrecimento na tentativa de convencer outras pessoas de que seria bacana comprá-la, até eu entender que quem trabalhou pra ganhar aquela grana fui eu e, portanto, além da grana ser minha, era eu que decidia se eu “merecia” ou não tirar fotos quando quisesse.

Esse foi um luxo material.

No blog da Vivi eu havia dito a ela que beijar na boca era um super luxo. Mas estava aqui pensando que luxo mesmo é escolher ficar sem grana, mas feliz. Me “dar ao luxo” de começar tudo de novo, de não ser complacente, não ficar de braços cruzados achando que é assim mesmo.

Não é! Não é mesmo! Não deveria ser.

Tudo de bizarro parece tão normal pra algumas pessoas que eu, que sou questionadora, me sinto um alienígena achando as coisas tão surreais.

Meu luxo supremo é ser feliz! Sempre foi.

Começando por beijar na boca todos os dias, passa por um apê de 2 quartos com moradores divertidos, almoçar na Mundurucus uma vez por semana, ter a chance de voltar a estudar, ter um sobrinho de 4 anos, um irmão de 7, uma piscina aos domingos...

Que luxo!

3 comentários:

Vivi disse...

Luxo é ter uma amiga super amiga, super questionadora, forte e doce e corajosa!
Dou o maior apoio à sua aventura pelo luxo maior: ser feliz!
Já te falei mil vezes e digo de novo: eu te amo, amiga!
Beijo!
PS: Luxo é dizer eu te amo a quem a gente ama!

Vivi disse...

Amida!
Escreva por aqui sobre seus últimos dias... Acredito que tenham sido cheios de emoções!
Um beijo!

Beth disse...

Iaa ser um luxo mesmo ter essa amiga de volta!! Por perto!!!
=D