sexta-feira, 25 de maio de 2007

A corrente do bem


Recebi a mensagem a seguir da Tati Danin e ela sequer imagina o quanto fez meu dia melhorar!!!

A Tati é assim, ela faz o bem sem olhar a quem... É a única pessoa que eu conheço que pede de presente de aniversário que você faça algo de bom por alguém que precisa muito!!! E sabe que ela me convence? E todo ano no aniversário da Tati, lá vai uma sacola cheia de roupas esquecidas que vestirão outros corpos...

A mensagem:

Você é os brinquedos que brincou, as gírias que usava, os segredos que
guardou, você é sua praia preferida, você é o renascido depois do
acidente que escapou, aquele amor atordoado que viveu, a conversa
séria que teve um dia com seu pai, você é o que você lembra.
Você é a saudade que sente da sua mãe, a infância que você recorda, a
dor de não ter dado certo, de não ter falado na hora, a emoção de um
trecho de livro, a cena de rua que lhe arrancou lágrimas, você é o que
você chora.
Você é o abraço inesperado, a força dada para o amigo que precisa, a
sensibilidade que grita, o carinho que permuta, os pedaços que junta,
você é o orgasmo, a gargalhada, o beijo, você é o que você desnuda.
Você é a raiva de não ter alcançado, a impotência de não conseguir
mudar, o desapontamento com o governo, o ódio que tudo isso dá.
Você é os direitos que tem, os deveres que se obriga, você é a estrada
por onde corre atrás.
Você é o que ninguém vê.

Fiquei pensando: e se tiver autor??? Eu não sei quem é, mas ele também será, a partir desse momento, o que ninguém vê!!!

E viva a Tati!!!

Obrigada, querida!

(Pablo Picasso - Mulher diante do espelho)

Um comentário:

Tatiana Danin disse...

Carinhoso seu comentário! És uma amiga querida, e tenho certeza de que exerces muito bem o amor ao próximo. Te amo muito!
Beijo no coração!

Tatiana Danin